:... silhuetas ...:

domingo, outubro 05, 2003
 
Pacheco Pereira (eurodeputado do PSD) diz que acredita na palavra de honra de Martins da Cruz. As palavras do homem estão antes das do político. O acto revela mais altivez que o próprio pedido de demissão, afirma ele.
Será que ele (Pacheco) vê assim os políticos dos outros partidos?
Em caso afirmativo... estou a pensar....não sei bem, mas talvez fique muitas vezes confuso!
De qualquer modo, espero que o virtuosismo característico dos políticos não os leve a adoptar a palavra de honra como salvação para os seus deslizes. Nessa altura os noticiários seriam uma cerimónia de fé e compaixão.